WhatsApp

Kit 5 Tenis Masculino Da Polo Open Original

Translate

A VERDADE SOBRE O TANQUE DE BETESDA

O paralítico de Betesda

Depois disso, houve uma festa dos judeus, e Jesus foi até Jerusalém. Ali existe um tanque chamado “Betesda” (que significa Lugar da Misericórdia Divina).
D antemão é necessário esclarecer que:
"Explicações particular sobre o texto em questão.
Traduções bíblicas modernas inclusive trazem sinais gráficos que sugerem a não-originalidade desta passagem.??
A Almeida Revista e Atualizada (ARA) e a Nova Almeida Atualizada (NAA), por exemplo, deslocam o final do versículo 3 para o início do versículo 4 e colocam todo o trecho em questão entre colchetes ([ ]), e a Nova Versão Internacional (NVI) coloca uma nota de rodapé informando que “A maioria dos manuscritos antigos não trazem essa frase [final do vers. 3] e todo o versículo 4”. 
O bom estudante e pregador da Bíblia deve, portanto, munir-se de várias traduções bíblicas para perceber esses detalhes".
Perto das entradas estavam deitados muitos doentes: cegos, aleijados e paralíticos esperando que a água do tanque se movimentasse, pois acreditavam que, de vez em quando, um anjo descia e agitava a água, e o primeiro doente que entrava no tanque depois disso sarava de qualquer doença.
Entre eles havia um homem que era doente fazia trinta e oito anos. Jesus viu o homem deitado e, sabendo que fazia todo esse tempo que ele era doente, perguntou: — Você quer ficar curado? Ele respondeu:
— Senhor, eu não tenho ninguém para me pôr no tanque quando a água se mexe. Cada vez que eu tento entrar, outro doente entra antes de mim. Então Jesus disse: — Levante-se, pegue a sua cama e ande! No mesmo instante, o homem ficou curado, pegou a cama e começou a andar. – João 5.1-9 (parafraseado).
Descia um anjo Realmente no tanque de Betesda?
Como descrito aqui, no Evangelho de João 5.1-15?
E nasceu a história de que essa fonte possuía águas miraculosas.
Dizia-se que um anjo vinha do céu uma vez por ano, agitava as águas e o primeiro doente que mergulhasse, seria curado.
 Muitas pessoas se aglomeravam aguardando um milagre.
Na verdade uma multidão de pessoas inválidas: cegos mancos e paralíticos.
Foi construído nessa fonte um pavilhão para abrigar tanta gente, este possuía um alpendre com cinco pavimentos.
O lugar foi denominado, ironicamente, de Betesda
– que em hebraico significa “casa de misericórdia”.
“Conta-se a história,que muitas famílias, para se verem livres dos seus doentes, os abandonavam nos alpendres do tanque de Betesda.
Os ricos compravam escravos para esperarem e os ajudarem a entrar nas águas.
 A passagem de Jesus pelo tanque de Betesda aconteceu num sábado, o dia sagrado dos judeus, porque ele tinha um propósito:
mostrar que a religião se preocupa, prioritariamente, com a sua estabilidade.
Os religiosos sobrevivem da ilusão e não têm escrúpulos de gerar falsas expectativas em pessoas fragilizadas.
Mas, essa piscina, descoberta quando da ampliação de uma casa no contexto de Jerusalém no final do século XIX, foi escavada em meados do século XX.
Para surpresa dos arqueólogos, alguns dados vieram à tona:
o primeiro deles é que essa piscina faz parte de um complexo ligado ao santuário de Serápis (Asclépio) que era o deus associado à cura.
Tanque de Betesda ficava localizado próximo a uma fonte que segundo registros, já tinha a função de abastecimento desde o período de Salomão como os mapas utilizados pela autora Karen Armstrong. A primeira menção de ocupação da atual área de Jerusalém, remonta do século X a.C. pelo povo Jebuseu nesse período não tinha referências de águas subterrâneas a parte ocupada pelos Jebuseu se resumia a um elevado bem protegido e com a fonte de Gion.
Contudo, constata-se,que, o tanque nada mais era que uma espécie de “Aparecida do Norte” daquela época.
Judeus que acreditavam em algo obviamente inexistente.
O Tanque de Betesda é símbolo do formalismo e misticismo religioso, onde jazem milhões e milhões de pessoas ao redor de um símbolo, aguardando que um dia aconteça alguma coisa que os tire desta situação!(algumas versões da BÍBLIA OMITEM ESTE TEXTO)
Com o passar do tempo, ninguém mais “enxerga” uma pessoa doente assim, pois nos acostumamos com a situação dela.

 Mas Jesus não é como nós;
Ele vê e resgata o aflito e o necessitado, não importam quantas BARREIRAS há à sua frente .
 JESUS RESGATOU ESTE HOMEM, APESAR DA BARREIRA SOCIAL Jesus no tanque de Betesda
O contexto social do tanque de Betesda, daqueles dias, é muito semelhante aos das salas de espera dos hospitais e postos de saúde de hoje quando faltam médicos, remédios e atendimento.
 Talvez seja pior ainda que estas salas de espera, pois lá não havia ordem de chegada, prioridade para os casos mais graves ou qualquer outro tipo de critério.
Ali era cada um por si! E, como sempre, os doentes ricos tinham privilégios, pois podiam contratar e manter empregados para os colocar [até mesmo à força] nos melhores lugares e jogá-los no tanque quando achassem que a água havia se movimentado Quanto aos doentes pobres, estes ficavam relegados aos piores lugares, desamparados e “invisíveis”
.A chance dele entrar naquele tanque era mínima;
 (“Cada vez que eu tento entrar, outro doente entra antes de mim”), mas Jesus olhou por ele e o salvou. Algo semelhante ocorre em nossos dias:
Jesus continua resgatando pessoas inseridas nos mais perversos contextos sociais (famílias desestruturadas, na miséria, em orfanatos, presídios, ambiente de violência, descaso etc.).
O contexto social influencia o destino de uma pessoa, mas, ao contrário do que muitos dizem, o contexto social não define o destino de ninguém, pois, assim fosse, todos os filhos de uma família pobre, seriam bandidos ou, por outro lado, todos os filhos de uma família bem rica, seriam pessoas de sucesso, mas não é assim que funciona.
Uma família boa pode gerar filhos maus e vice e versa.
 O que define o nosso destino, eterno, é o poder de Deus se manifestando em nossas vidas por meio do Seu Único Filho. J 2. JESUS RESGATOU ESTE HOMEM, APESAR DA BARREIRA PSICOLÓGICA Jesus no tanque de Betesda .
Ali era lugar de muitos problemas de ordem psicológica, tais como depressão (muitos doentes amontoados num só lugar), ansiedade (eles não sabiam QUANDO ou SE, de fato, a água se moveria), solidão (“Senhor, eu não tenho ninguém”), dependência doentia e autopiedade (“Eu não consigo ser curado porque ninguém me ajuda”).
 Depois de tantos anos mofando aquele lugar, o emocional deste homem estava de mal a pior; no entanto, apesar do seu lastimável estado psicológico, Jesus olhou por ele e o salvou A confusão psicológica de uma pessoa pesa, mas o poder de Deus pesa muito mais.
 Não importa em que estado psicológico uma pessoa está, o poder Deus em Cristo pode alcançá-la.3. JESUS RESGATOU ESTE HOMEM, APESAR DA BARREIRA ESPIRITUAL.
 Jesus depois de 38 anos esperando um milagre que nunca veio, aquele homem já não tinha nem fé nem esperança; depois de tantos anos de decepção, esperando a visita de um anjo, os seus olhos espirituais se fecharam a tal ponto que não podia nem ver que o próprio Deus estava ali, o visitando.
 Algo muito semelhante está acontecendo hoje nestas “igrejas” que criam expectativa de milagres todos dias, que “agitam as águas”, que “provocam milagres”, em tentativas artificiais e desesperadas de estimular a fé dos ouvintes (e suas doações, é claro).
 No entanto, geralmente, nada acontece e as pessoas vão se decepcionando, vão ficando cansadas de ficar nestas “salas de espera da cura divina” e, com o tempo, vão perdendo a sua fé em Deus e a sua esperança.
 Mas Jesus rompeu também esta barreira, olhou para ele e o salvou.
A cegueira espiritual é um grande complicador, mas o poder de Deus é suficiente para abrir os olhos mais fechados. Não importa o quanto uma pessoa esteja cega ou decepcionada, Jesus pode resgatá-la. Jesus no tanque de Betesda
CONCLUSÃO;
 Jesus rompeu a barreira da influência negativa daquele contexto social;
 rompeu as barreiras psicológicas que se formaram no emocional daquele homem e rompeu a cegueira espiritual que o impedia de ver Deus.
Jesus viu aquele homem e o salvou.

8 comentários:

  1. Conhecimeto é tudo... Quanta ignorância não cometemos por falta de conhecimento...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado.Nosso objetivo é ensinar a Bíblia gratuitamente.Divulgue este site.

      Excluir
  2. O texto é bastante explicativo e abriu meus olhos para varias verdades

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Segundo consta o texto seria algo sobrenatural, e as pessoas esperavam alí.

      Excluir
  4. Explicações particular sobre o texto em questão.
    Meu amigo divulgue nosso site e estaremos a disposição.
    Traduções bíblicas modernas inclusive trazem sinais gráficos que sugerem a não-originalidade desta passagem. A Almeida Revista e Atualizada (ARA) e a Nova Almeida Atualizada (NAA), por exemplo, deslocam o final do versículo 3 para o início do versículo 4 e colocam todo o trecho em questão entre colchetes ([ ]), e a Nova Versão Internacional (NVI) coloca uma nota de rodapé informando que “A maioria dos manuscritos antigos não trazem essa frase [final do vers. 3] e todo o versículo 4”. O bom estudante e pregador da Bíblia deve, portanto, munir-se de várias traduções bíblicas para perceber esses detalhes.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado por tudo eu agora tenho outra visão dessa passagem. Deus abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estaremos a disposição para esclarecimentos sobre textos Bíblicos.

      Excluir

Responderemos a todos sempre que necessário.Obrigado pela visita ao site.

O Crente Pode Se Vestir Como Quiser? Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao Senhor teu Deus. Deuteronômio 22:5

Quando lemos passagens como esta percebemos que Deus queria realmente proteger a sua criação de tomar rumos aos quais Ele não aprovaria. E ...