WhatsApp

Translate

COMO SABER SOBRE A VOLTA DE JESUS?


A vinda de Jesus será precedida de sinais, já preditos na Bíblia. Alguns desses sinais são: 1) apostasia (2 Ts 2.3); 2) multiplicação de religiões e práticas demoníacas (2 Co 4.4; 1 Tm 4.4); 3) indiferentismo espiritual (2 Tm 3.1-6; Jd v.18); 4) guerras (Mt 24.6); 5) restauração nacional de Israel (Lc 21.29,30). Apostasia é o abandono da fé e da doutrina como o exemplo descrito em 2 Timóteo 2.18. Apostasia como mencionada em 2 Tessalonicenses 2.3 só pode ocorrer na igreja. O mundo não tem de que apostatar. A frieza espiritual, o modernismo teológico, o mundanismo, o materialismo filosófico, o conformismo e o desvio espiritual avolumam-se no meio do chamado cristianismo professo. Isto é visto profeticamente na igreja de Laodicéia (Ap 3.14-18), que prefigura a igreja morna na época do arrebatamento da Igreja. À iminência da volta de Jesus, a máscara do pseudocristianismo cairá de vez. A apostasia de que trata 2 Tessalonicenses 2.3 é um caso especial. É apostasia total. No original,o termo é precedido de artigo definido, mostrando tratar-se da grande apostasia. A humanidade atual, em todas as camadas sociais, em todos os países, torna-se cada vez mais indiferente a Deus, à sua Palavra, e a tudo mais que lhe diz respeito. Estamos falando em sentido geral, não local. Tais coisas também precedem a vinda de Jesus, conforme Ele mesmo nos faz ciente em Lucas 17.26-30; 18.8b. A vinda de Jesus e os povos bíblicos. A vinda de Jesus está relacionada com os três grupos de povos em que Deus mesmo divide a raça humana. Os povos da terra considerados sob o ponto de vista humano estão divididos nos mais diversos grupos étnicos, mas Deus, considerando a humanidade sob o ponto de vista divino, divide-a em três segmentos: judeus, gentios, e a Igreja de Deus (1 Co 10.32). Não é uma igreja qualquer, mas a Igreja de Deus. Para a Igreja Jesus virá como seu Noivo, a fim de levá-la para si, para a glória celestial (Jo 14.3). Isso inclui todos os santos de todos os tempos. Para Israel Jesus virá como o seu Messias e Libertador, após prová-lo e expurgá-lo mediante a Grande Tribulação (Mt 23.39; 26.64; Rm 11.26). Para os gentios, isto é, as nações em geral, Jesus virá como o Rei dos reis e Senhor dos senhores, e Juiz, para julgá-las, e, após isso, reinar sobre elas com vara de ferro, isto é, com justiça (SI 2.6-10; 96.13). A vinda de Jesus relacionada com os gentios será a sua plena manifestação como o Deus Forte da profecia de Isaías 9.6. Não estamos afirmando que Jesus virá duas ou três vezes, e sim que sua vinda relaciona-se com três grupos de povos, conforme a divisão bíblica de1 Coríntios 10.32. A certeza da vinda de Jesus. Vejamos as evidências da certeza da vinda de Jesus: 1) Ele mesmo afirmou que voltará para buscar os seus (Jo 14.3;Ap 22.20); 2) os santos anjos afirmaram que Jesus voltará (At 1.10,11), e os anjos de Deus jamais mentem; 3) os sacros escritores da Bíblia, movidos pelo Espírito Santo, afirmam que Jesus voltará (Jó 19.25; Dn 7.13,14; Hb 9.27,28); 4) os sinais que ora se cumprem, segundo as profecias da Bíblia, atestam que Jesus virá (Mt 16.3; 24.3); 5) o testemunho constante da Ceia 14 que o Senhor ordenou nas igrejas, assegura que Ele virá (1 Co 11.26). Saiba-se claramente que a vinda de Jesus abrange um período de certa extensão. É um evento em duas fases bem distintas, como veremos em pormenores ainda neste estudo. Na primeira fase Ele virá para os seus (Jo 14.3), e na segunda com os seus (Zc 14.5b; 1 Ts 3.13; Jd v. 14). A primeira fase é o arrebatamento da Igreja. A segunda é a volta dele em glória; é a sua revelação pública; sua manifestação ou aparecimento visível a Israel e às demais nações. Entre o arrebatamento, e a revelação de Jesus decorrerá um período de sete anos, segundo as Escrituras. Muitos fatos estupendos estarão acontecendo na terra. É a semana de anos mencionada em Daniel 9.27. É bíblica a expressão "semana de anos", segundo Gênesis 29.27 e Levítico 25.8. Que os dias podem vir a significar anos vê-se em Ezequiel 4.7. O fato de a vinda de Jesus abranger um período de sete anos, não deve constituir problema para ninguém. Lembremo-nos de que seu primeiro advento levou mais de 30 anos. Conforme expomos acima, no arrebatamento Jesus vem secretamente para a Igreja. Na revelação Ele vem publicamente para Israel e as demais nações, consoante o que está predito em Atos 1.11. Porém, mesmo que se compreenda muito sobre a vinda de Jesus, ela encerra detalhes que somente serão revelados e compreendidos quando esse glorioso acontecimento ocorrer. "Mistério", é o que diz em 1 Coríntios 15.51. Certos eventos da vinda do Senhor interpenetram-se ou se sobrepõem. Às vezes os estudamos aqui, em pontos separados, para facilidade de compreensão, quando na realidade eles se combinam na marcha dos acontecimentos. A divisão desses assuntos em pontos distintos do livro dá a impressão que há um limite divisório no tempo entre eles. Considerando as distintas manifestações de Jesus na sua primeira e segunda vindas, podemos dizer que: a. Em Belém, Ele veio como o Messias Salvador do mundo. b. Nos ares, Ele virá como o Noivo para a sua Igreja. c.No monte das Oliveiras, Ele virá como Juiz e Rei, para julgar as nações e estabelecer o seu reino milenar. Créditos,PASTOR ANTONIO GILBERTO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderemos a todos sempre que necessário.Obrigado pela visita ao site.

Como Será Os últimos Dias ? A Vinda De Cristo.

Várias expressões na Bíblia Aponta para os tempos finais desse sistema antes da volta de Jesus. Muitas vezes chamamos de os últimos dias, úl...