WhatsApp

Translate

ABRAÃO O ILUSTRE AMIGO DE DEUS.


Abraão: o filho querido de Ur dos Caldeus ao sul da Babilônia, nas imediações do Golfo Pérsico, onde ficava Ur, também chamada ―Ur dos Caldeus‖, cidade na verdade um reino adiantadíssimo, apurada civilização sumeriana.
 Famosa por seus ídolos(deuses), suas colossais construções, seus reis notáveis, seus templos grandiosos, como o construído por Ur-Dungi em 2500 a.C. Uma lápide de mármore encontrada por Leonard Woolley nesse templo registra o primeiro rei da primeira dinastia sumeriana datado de 4000 a.C.
Desde 1928 as descobertas de Woolley apresentam muitos elementos da cultura de Ur.
 As casas residenciais foram bem construídas tendo em vista o conforto de seus habitantes.
 A educação era adiantadíssima: sabiam extrair raízes quadradas e cúbicas já.
 As famílias possuíam artigos de ouro e de prata, bem trabalhados, datando cerca de 2.000 antes do famoso Tutankamen do Egito.
Essa cidade multissecular, cuja civilização era mais apurada do mundo naqueles tempos, foi berço natal do patriarca Abraão.
 Dessa antiga civilização, Deus chamou o homem Abraão para nele começar um povo, uma nação, uma revelação particular e nele cumprir Gênesis 3.15, que antevia a vinda de um descendente que esmagaria a cabeça da serpente, o diábo e satanás:
 Jesus Cristo (Gl 3.16) cumpriu literalmente este evento.
 Abraão não era, simplesmente, um nômade, um beduíno, mas fruto de adiantadíssima civilização.
 Entre esse povo, ele era dos mais conceituados, pois era amigo de monarcas.
Abraão saiu dessa cidade idólatra na companhia de Terá, seu pai, de Sara, sua esposa, seu sobrinho Ló e com  um grande número de servos, empregados. Um homem que descobriu qual era a boa e perfeita vontade de Deus.
 Uma tradição siríaca diz que ao sair de Harã, Abraão foi rei em Damasco. De Ur, Abraão foi para Harã. Daqui, morrendo seu pai, Deus o chama novamente (At 7.4) e o conduz a Canaã, de onde partiu depois para Betel, Siquém e Hebrom.
 Deus lhe mostra toda a terra e lhe faz a promessa de posse.
Por causa de uma seca, desce ao Egito e retorna a Canaã onde peregrina até a morte.
Embora a Bíblia não mencione datas, a arqueologia hoje pode provar que Abraão viveu de 2100 a 1925 a.C.11

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderemos a todos sempre que necessário.Obrigado pela visita ao site.

Israel Na Grande Tribulação / O Holocausto Foi Mentira?

Israel sempre foi um povo sofrido, desde os tempos de Abraão, Isaque, e Jacó. Sua sobrevivência sempre esteve ameaçada por muitos povos vizi...