Se quiser faça uma doação. Luiz S Santos. Administradores (Inf: +55 11941343232)

Os Pavilhões de Betesda (João 5: 1-15)


Os Pavilhões de Betesda (João 5: 1-15)
  É impressionante o que leva uma pessoa esperar 38 anos de sua vida por uma cura. Isso não tem outro nome a não ser esperança. 
Vemos aqui neste texto o Paralítico de Betesda, homem que, apesar de ter fé e esperança, não alcançava seu milagre.
 Por que em?
Vejamos:
 1 - Ele esperava o movimento das águas (v. 3). 
Acreditava que seu milagre estava associado ao grande agito, ao estrondoso, ao que chama a atenção.
Para ele enquanto estivesse silêncio sinal de normalidade e barulho de águas esperança renovada.
Jesus Chega e se apresenta num dia em que ninguém por ali o esperava e opera o milagre sem mover de água nenhuma.
Elias esperava ouvir Deus no Terremoto, no temporal, no muito barulho, entretanto, Deus se apresenta ao profeta soprando como brisa suave.
Aprendo, então, que mesmo quando tudo esta calmo, Deus está operando um milagre em minha vida.  
2 -  Ele esperava a presença do Anjo (v. 3).
É impressionante mas como esta fé caótica é tão forte entre nós. 
Vejamos que o homem estava diante do Criador dos anjos, Jesus, o Próprio Deus encarnado, mas a fé dele estava condicionada ao anjo e a agitação da água.
Para todos que estavam ali a presença do anjo era  garantia do milagres. 
Isso nos remete a Moisés, onde Deus promete a presença de um anjo para acompanhá-lo na jornada pelos desertos.
Moisés entende que a presença do anjo seria interessante e importante mas não o suficiente e diz.
Senhor se tu não fores comigo eu não saio daqui.
A presença de um anjo é boa mas a de Deus é insubstituível.
  3 -  Ele acreditava que era por culpa dos outros que ele estava ali (v. 7).
Jesus faz uma pergunta fácil de responder:
“Queres ser curado?”
 A resposta deveria ser sim ou não, entretanto o homem faz uma transferência culpando os outros por sua situação.
Jesus não pergunta de quem é a culpa, mas se queres receber o milagre.
Aprendemos que; 
Muitas vezes deixamos de receber as benções de Deus o milagre, simplesmente porque não reconhecemos que a culpa esta em nós e não no próximo.
Jesus só vai operar o milagre se eu reconhecer que estou enfermo e que preciso do remédio.
Conclusão:
Se colocamos a  culpa na Igreja, no dirigente, ou na irmã “A” ou no irmão “B” pela  situação que atingiu nossas  vidas, é por você estamos distanciados do que é a igreja e de Deus.
  E  estamos na mesma situação desse homem, somos mais um paralítico em Betezda que  precisamos vencer estes pavilhões, e ouvir  a vóz
;Queres ser curado? Deus abençõe nossas vidas.

Comentários

  1. Explicação abençoada que Deus continue te dando sabedoria

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela visita ao site. disponibilizamos conteúdo grátis, compartilhe nas suas redes, divulgue o site.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Responderemos a todos sempre que necessário.Obrigado pela visita ao site.