WhatsApp

Translate

PORQUE OS JUDEUS NÃO FALA COM SAMARITANOS?


Os samaritanos são um pequeno grupo étnico-religioso originários da Samaria. A Samaria é o nome histórico e bíblico de uma região montanhosa do Oriente Médio, constituída pelo antigo reino de Israel, situado em torno de sua antiga capital, Samaria, e rival do vizinho reino do sul, o reino de Judá.
Quem são os samaritanos hoje?
Nos dias atuais, os samaritanos propriamente ditos são poucos e, dado ao processo de certas enfermidades contraídas no decorrer dos séculos, encontram-se quase em processo de extinção.
Havia cerca de um milhão no tempo de Jesus.
Atualmente, de acordo com dados recentes colhidos em Israel por historiadores, a comunidade samaritana consta apenas de 600 ou 700 pessoas (cerca de 300 as quais vivem ao sul de Nablus [Sychar], no cume do monte Gerizim e 160 em Holon) e o restante em pontos diversificados da Terra Santa. Durante mais de 2.500 anos os samaritanos mantiveram a pureza de seu sangue, não se misturando com outras raças.
Isso ocasionou problemas de enfermidades hereditárias mentais devido à endogamia. A maior parte dessa comunidade é pobre. Cada ano, na época da Páscoa dos judeus, sacrificam cordeiros no cume de seu monte santo, o Gerizim.
Nos dias de Jesus aqui na Terra, Samaria, apesar de ser considerada uma região que se encravava entre a Galiléia e a Judéia, contudo, no geral, sua província fazia parte do território da Judéia.
Para os judeus eles representavam um povo segregado tanto no sentido religioso como social.
Eles “não se comunicavam normalmente, não se relacionavam.”;
Portanto, eram inimigos.
 Cristo mostrou que essa separação não fazia parte do plano divino no tocante à salvação. Seu sangue teria sido derramado com o objetivo de salvar a todos.
A condição imposta nesse sentido é apenas crer. Se eu crer eu serei salvo. Quando a pessoa crê, o muro da “separação” é desfeito e a pessoa adquire uma nova nacionalidade. No sentido espiritual, é claro. Paulo fala do ‘antes” e do “depois” da posição do homem que estava distanciado de Deus pela sua falta de fé, sem direito à participação no plano da redenção.
Ele diz: “Portanto, lembrai-vos de que vós, noutro tempo, éreis gentios na carne e chamados incircuncisão pelos que, na carne, se chamam circuncisão feita pela mão dos homens. Que, naquele tempo, estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel e estranhos aos preceitos e sem Deus no mundo.
O compromisso da Igreja com a evangelização dos povos  certos da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue
de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os
povos fez um...” (Ef 2.11-14).
No pensamento geral das Escrituras com relação aos judeus e outros povos, a separação era mais aguerrida do lado religioso do que do lado politico. Para aqueles extremamente zelosos, todo samaritano tinha demônio e toda mulher samaritana era prostituta.
Jesus mostrou que, no plano da salvação, qualquer um desses preconceitos deve ser deixado de lado, visto que o que está em foco não é o valor político ou social; e, sim, a alma humana que precisa de Deus e de sua ajuda.
Em nossos dias, os samaritanos representam aquelas pessoas que não fazem parte de nosso contexto social e religioso. Algumas dessas pessoas vivem em áreas completamente segregadas, tais como: presí­dios, prostíbulos, cassinos, no submundo das drogas, dos furtos, dos roubos, nas ruas, nas selvas; algumas delas até estão ligadas ao mundo do terror, espalhando medo e perigo para as sociedades em geral.
 Do ponto de vista social, essas classes acima mencionadas tornam-se indesejáveis. Mas essas pessoas moram dentro de nosso mapa. Embora não façam parte de nossa sociedade ou religião. Quando olhamos para estas criaturas e as confrontamos com nossos padrões sociais ou religiosos, elas merecem somente castigo e repúdio. Mas do ponto de vista divino de observação, elas precisam de Cristo, pois somente assim suas vidas e destinos serão mudados.
Agora vem a pergunta: Como alcançá-las?
Aqui mostramos como Deus tem e usa pessoas especiais para cada área de seu trabalho. E para atuar nas áreas esquecidas por determinados seguimentos religiosos e da sociedade, Deus tem preparado e levantado pessoas capazes para alcançar tais criaturas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderemos a todos sempre que necessário.Obrigado pela visita ao site.

Como Será Os últimos Dias ? A Vinda De Cristo.

Várias expressões na Bíblia Aponta para os tempos finais desse sistema antes da volta de Jesus. Muitas vezes chamamos de os últimos dias, úl...