WhatsApp

Kit 5 Tenis Masculino Da Polo Open Original

Translate

COMO SERÁ O REINO DE MIL ANOS.


                                                                                                                                                                  Como será o Milênio? 
      Mil anos de paz e justiça sobre uma Terra restaurada, totalmente liberta da poluição, do ódio e de todos os terríveis efeitos do pecado.
A pergunta do título, entretanto, o pensamento doutrinário a respeito traçaremos aqui, expondo alguns pensamentos de acordo com a Palavra de Deus.
        Na primeira parte apresentamos o Milênio do lado material e físico, embora glorioso; desejamos agora descrever como será o Milênio de acordo com a visão profética. Apesar de ser essa dispensação um período probatório para as criaturas, é conhecida como o reino de Davi (constituído com promessas feitas a Davi) e nela, diz a Escritura: "
   ... será estabelecido para sempre o teu trono", Lc 1.32,33,69,70.
    Os profetas tiveram visões com respeito ao futuro de Israel e alguns viram a glória, o "shekinah" de Deus sobre as alturas dos montes de Sião. 
Gostaríamos de citar todas as referências sobre esse tão importante assunto, mas temos de nos limitar, para podermos concluir o pensamento. O apóstolo João viu a cidade, a Nova Jerusalém descendo dos céus com tal esplendor que deslumbra os mortais, Ap 21.10 etc.
   Ele nota que a cidade desce, mas não toca à terra, Ap 21.2. 
Enquanto os profetas viram a glória dessa cidade sobre os montes de Sião, Jerusalém terrestre, João vê a da Jerusalém celeste, dizendo: 
"As nações caminharão na sua luz...", Ap 21.24, naturalmente as nações que ficarem após a grande tribulação.
 Assim, notamos, segundo a Palavra de Deus, duas cidades: a terrestre e a celeste. 
Uma está embaixo e a outra nos ares, com muita glória. 
Naqueles dias sairá a palavra de ordem de Sião (a cidade celeste), e será anunciada em Jerusalém terrestre, Is 2.3.
    Quanto ao tamanho da cidade celeste, é impossível descrever com algarismos de matemática. 
A cidade será imensurável! 
Vejamos: 12 mil estádios multiplicados por 185, e o resultado elevado à terceira potência, dará a medida cúbica da cidade: dez bilhões, novecentos e quarenta e um milhões e quarenta e oito mil quilômetros. Mas esse número é ainda pequeno para calcular o que, em realidade, são as grandezas do Altíssimo, e a maravilhosa cidade Celestial! Foi certo o que Jesus disse: 
"Na casa de meu Pai há muitas moradas...", Jo 14.2. 
Note bem: há moradas preparadas.
      Durante o Milênio, a glória de Deus será manifestada de um modo imprevisto, pois, segundo Isaías, durante aquela dispensação a cidade Celestial iluminará com glória a cidade de Jerusalém terrestre, tal como sucedeu com Israel no deserto, quando uma nuvem de glória os acompanhou, guiando-os até a terra prometida, dando sombra de dia, e luz de noite, Ex 14.19,20; 40.34-36. Isaías descreve algo sobre isso quando diz:
    "Então a lua se confundirá e o sol se envergonhará, porque Jeová dos Exércitos reinará em Sião e em Jerusalém; na presença dos seus anciãos haverá glória. Is 24.23. 
Tamanha será essa glória que tanto a lua como o sol ficarão conturbados.
 E os povos, moradores de Jerusalém, darão gritos por causa da majestade do Senhor; até do mar se ouvirão, de muito longe
   . Concluímos que o "shekinah" divino será tão majestoso que muitos irão a Jerusalém para contemplá-lo, por causa de sua glória. Zc 8.22,23; Mq 4.2; Ap 21.26. 
Portanto na dispensação milenar haverá uma mudança excepcional, primeiro porque a glória do Senhor será manifestada, e segundo porque Satanás será aprisionado, Ap 20.
   Contudo ainda não será tirada a maldição da terra: morte, doenças, etc, Zc 14.12-16; Is 65.20. Nesse sentido, Paulo instruiu a igreja de Corinto, dizendo: 
"É necessário que Ele reine até que ponha todos os seus inimigos debaixo de seus pés (falando do reino milenar). O último inimigo que será destruído é a morte; porque todas as coisas lhe serão sujeitas. Claro é que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas", lCo 15.25-27.
      Somente no fim do Milênio a morte e todos os poderes infernais serão totalmente destruídos, na completa obra de Cristo no seu reinado, lCo 15.55,56; Rm 16.20; Hb 2.14,15.
Isso concorda com a doutrina bíblica. 
Como já iniciamos no capítulo anterior, há os que concebem um reino fora deste mundo. 
A terra, nesse tempo, estaria toda corrompida; cheia de corpos mortos e exalando um cheiro nauseante. Satanás andaria de um lado para outro, sem poder tentar, uma vez que todas as criaturas estariam mortas.
     Isso, como já dissemos, é tirado de Is 66.22-24 interpretando-se ao pé da letra. É provável que, durante o Milênio, Deus deixe alguns corpos mortos, como sinal, num lugar qualquer, para servir de lembrete aos que nascerem durante a dispensação, para que estes vejam o fim dos desobedientes e rebeldes. Nesta altura surge a pergunta: 
 Onde estará a Igreja nessa época? 
 Para tal resposta, aguardamos os capítulos seguintes.
   Primeiramente no Milênio haverá paz e justiça sobre a terra, muito em especial no que diz respeito à política governamental do Senhor Jesus, Is 11.5. 
Os animais terão mudança de instinto: perderão a ferocidade e deixarão de ser carnívoros, passando a herbívoros, Is 11.6-9; 65.25. Quanto ao estado de saúde no tempo milenar, diz a Escritura que
       "Nenhum morador dirá: estou doente...", Is 33.24;
       "No dia em que Jeová atar as feridas do seu povo, e curar o golpe da sua chaga", Is 30.26. Os cegos, os surdos, os mudos e os coxos receberão cura naquela época, Is 35.5,6; Zc 13.1 (VL). Portanto, oitenta por cento das enfermidades serão banidas da face da terra; para isso haverá os recursos da parte de Deus na própria natureza, Ez 47.12; Ap 22.2.
   N Aqui está tanto o espiritual como o material. 
Pergunta-se, então: 
Não haverá morte no Milênio nem enfermidades?
 Respondemos:
   Haverá, porém em proporções resumidas, pois Isaías diz: 
"Um mancebo ao morrer com cem anos ainda é menino (Hoje é um macróbio) e o pecador de cem anos será amaldiçoado", Is 65.20, porque não creu nem desejou o conhecimento do Senhor. 
E os que não adorarem o Senhor receberão as devidas pragas, Zc 14.12,17-19.
   Uma das características do reino milenar é a longevidade dos seres humanos. Os homens em todas as épocas têm estado preocupados com o sonhado "Elixir da Longa Vida" e os laboratórios têm procurado uma droga que dê ao homem o prolongamento da vida física. 
No Milênio, porém, os homens terão vida como a das árvores, Is 65.22.
    Certamente isso não será para todos, mas para os escolhidos de Deus. 
No Milênio haverá plenitude de poder espiritual, principalmente em Israel, Jl 2.28. Haverá também salvação para quem invocar o nome do Senhor, Jl 2.32. Será no Milênio que a tenda de Davi se reerguerá, e Deus mesmo o constituirá como príncipe do seu povo, Ez 37.24,25.
     E Deus porá o seu tabernáculo sobre eles, Ez 37.26; Ap 21.22. 
Como um dossel de glória, a Jerusalém terrestre será grandemente iluminada com a glória do Senhor. Todas as nações hão de saber que o Senhor é quem santifica Israel, Ez 37.27
   M. Durante o Milênio haverá um templo, um lugar inteiramente santo, em cujo recinto sagrado nem todos poderão penetrar, Ez 38.8-12.
    Esse lugar santo estará na Jerusalém terrestre, que é exclusivamente para os filhos de Levi, os sacerdotes a quem Deus escolher, Ez 38.11; Ml 3.3,4; Ap 20.4-6. Que o Senhor nos dê da sua graça, para gozarmos de todas as bênçãos celestiais em Cristo! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderemos a todos sempre que necessário.Obrigado pela visita ao site.

O Crente Pode Se Vestir Como Quiser? Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao Senhor teu Deus. Deuteronômio 22:5

Quando lemos passagens como esta percebemos que Deus queria realmente proteger a sua criação de tomar rumos aos quais Ele não aprovaria. E ...