WhatsApp

Translate

Fim dos Tempos

Armagedom fim dos tempos


A TEMPESTADE VINDOURA.                                                                                                                 E então eles reuniram os reis no lugar que, em hebraico, se chama Armagedom. APOCALIPSE 16:16. MUITOS ESCRITORES estão prevendo que as manchetes da década de 1980 continuarão sendo as mesmas: guerra, violência, assassinatos, tortura, Terceira Guerra Mundial – a verdadeira guerra, o Armagedom.
 Não há dúvida de que os acontecimentos globais estão preparando o caminho para a guerra final da história – o grande Armagedom!
À medida que o relógio terreno vai registrando a passagem do tempo e o mundo se aproxima da meia-noite, este planeta, segundo a Bíblia, caminha para um sofrimento horrível demais para se imaginar ou compreender.
 Não foi apenas o topo do monte St. Helens que explodiu no começo de 1980, transformando-se num dos grandes desastres ecológicos do período. Para a Bíblia, haverá o dia em que Deus abalará toda a Terra. Diz a Bíblia:
 "Mais uma vez, vou abalar não apenas a terra, mas também as céus." (Hebreus 12:26) Os tremores que sentimos agora não são ocasionais e, muito menos, passageiros. Na verdade, eles estão preparando o maior terremoto de todos os tempos.
  Holocausto nos Bastidores.
 Os antigos profetas previram uma época, lá no fim da história, em que as pessoas diriam: "Paz, paz, (...) quando não há paz." (Jeremias 6:14)
Milhares de conferências de paz foram realizadas desde a Segunda Guerra Mundial e, no entanto, as manchetes continuam a destacar as guerras, a violência, a morte e multidões de refugiados.
 Os governos do mundo são sacudidos por assassinatos e derramamento de sangue. No entanto, há apenas alguns anos, era moda escrever ou sugerir que o mundo eslava entrando numa grande era de paz. Muitos idealistas nos diziam que a utopia entraria em cena, juntamente com todos os milagres tecnológicos do nosso tempo.
O sonho é uma ilusão.
Devíamos ter aprendido com a história. Sonhou-se com a paz no começo do século, mas esta aspiração foi destroçada pela Primeira Guerra Mundial. Depois da Primeira Guerra Mundial, mais do que desejada, a paz foi planejada, mas logo se viu que a Primeira Guerra Mundial não passara de uma preparação para a Segunda Guerra Mundial.
Agora os sinais estão por toda a parte, mostrando que caminha febrilmente para a Terceira Guerra Mundial. A derradeira! O Armagedom!
 Os meios de comunicação fazem um grande espetáculo das catástrofes... Nossos cinemas só passam filmes que tratam de tragédias e desastres.
 Quanto mais tenebrosos, mais atraentes eles se tornam. É assim em Londres, em Nova York ou em Los Angeles.
 Em qualquer metrópole, há uma lista interminável de títulos dessa natureza. Infelizmente, no entanto, não se sabe o que é pior: se a própria realidade ou as fantasias que são retiradas dela.
 Até mesmo os mais otimistas estão prevendo um aumento no sofrimento de nosso mundo ferido. Um dos programas mais alegres da televisão americana é o Bom dia, América da ABC.
Porém, faz algum tempo, Rona Barret entrevistou alguém da CIA e o tema central dessa reportagem foi o perigo de uma guerra bacteriológica.
 Existem novos vírus, disse o agente da CIA, que podem causar um colapso na saúde da população de um continente inteiro. As guerras química e bacteriológica fazem parte do arsenal de armamentos que está sendo desenvolvido pelo mundo todo.
 Artigos e filmes documentários estão sendo constantemente apresentados relatando que, antes do fim do século, os insetos podem estar controlando o nosso planeta. Um destacado jornal concluiu um editorial, dizendo:
"Tem-se a sensação de que se está vendo o mundo no seu crepúsculo." Expressões como "suicídio racial", "genocídio racial", "o fim do mundo", e "o fim da raça humana" estão surgindo nas conversas, revistas, e filmes de todo o mundo.
 Os grupos terroristas estão ficando cada vez mais audaciosos nos seus ataques. Relatos quase diários de novas atrocidades enchem nossos jornais.
A situação chegou a um ponto que, certo dia, havia tanta violência num jornal que sobrou pouco espaço para se notificar que o presidente de um governo da África Ocidental fora assassinado, seu filho decapitado, e muitos membros de sua equipe fuzilados em praça pública.
Hoje em dia, só merece manchete quem mata uma população inteira ou então quem assalta uma base militar da CIA.
 Armas nucleares, guerra bacteriológica e relacionamentos internacionais precários não são as únicas indicações de uma civilização em rota de colisão.
 Nossos cientistas estão alertando para o perigo de grandes mudanças climáticas. A calota glacial polar parece estar se deslocando ligeiramente, e isso pode afetar nossa capacidade de produzir alimentos. Se hoje em dia a fome ameaça a população de vários países, a situação ficará muito pior se esse desastre ecológico se confirmar.
 As estatísticas sobre o aumento de terremotos quase quebram o computador. Quanto ao aspecto moral, as coisas parecem extremamente desanimadoras, especialmente se vistas sob a ótica judaico-cristã.
 A instituição do casamento acabou-se. A rejeição às leis chegou a um ponto que aquele que as segue é ridicularizado pelos amigos.
 As drogas e o álcool estão destruindo as mentes de milhões. Na América e na Europa cultos satânicos e a bruxaria se espalham rapidamente, com a força de uma praga. O prazer se tornou a meta de milhões.
 O hedonismo agora está quase no controle.
 Um editor inglês me contou que, se censurassem a pornografia, mais de 80% dos romances modernos não seriam publicados. Para todos os lados em que olhamos, só vemos perversão e imoralidade.
 Por toda pane, as pessoas estão clamando por "liberação" e justiça social. Parece que os ricos estão cada dia mais ricos e os pobres cada dia mais pobres. Isto se aplica tanto às nações quanto aos indivíduos.
 A força econômica do mundo se deslocou para os países produtores de petróleo, que não sabem como gastar os bilhões que acumularam. Enquanto a Europa Ocidental e os Estados Unidos se endividam cada vez mais, o Terceiro Mundo vive à beira da inanição.
 A teoria de que o mundo está ficando cada vez melhor, e resolvendo os seus problemas políticos, econômicos e sociais, não é mais pregada com muita confiança.
 Estamos vivendo numa época de sérias tormentas e dificuldades, e a maioria das pessoas conscientes com quem falo acreditam que a tendência seja piorar
  A Raiz do Problema Hoje em dia, vemos um mundo inquieto em todos os sentidos. A crise é geral. Sofre o homem comum, a situação política dos países é instável, as grandes economias perdem o vigor.
 Por que tudo isso? Já fui motivo da risada alheia, mas continuo acreditando que o problema seja religioso.
A Bíblia o explicou há milênios. As Escrituras deixam bem claro que, quando a lei de Deus é desobedecida, o mundo perde a sua harmonia, desgoverna-se, começa a caminhar sem rumo. A anarquia de hoje é a conseqüência da rejeição a Deus.
 Com esta rebelião contra Deus, a humanidade negou o valor da personalidade humana. A vida já não vale mais a pena, perdeu o seu significado. As pessoas crêem em um ser sobrenatural, mas agem como se fossem atéias! Pensamos como ateus! Vivemos e planejamos como se não existisse um Deus.
 Estamos vivendo num mundo que não reconhece Deus. Quando todos fazem tudo o que pensam e o que querem, não há possibilidade de ordem e paz. Haverá mais confusão e mais tumulto enquanto as pessoas seguirem os seus próprios esquemas perniciosos. O homem é um rebelde e um rebelde naturalmente é confuso.
 Vive em conflito com todos os outros rebeldes. Pois um rebelde, pela sua própria natureza, é egoísta. Ele busca o seu bem e não o dos outros.
 Às vezes, através da racionalização, podem surgir objetivos profanos que parecem ter, por algum tempo, um efeito unificador sobre o homem, criando até interesse e unidade global, porém, tais objetivos são temporários. Não existem profundidade ou significado neles e, dessa forma, esses elementos não podem unificar a sociedade por muito tempo.
 A Bíblia indica que, ao rejeitar Deus e Seus princípios para o governo da vida, o mundo está se dirigindo para uma situação de tensão, confusão e tumulto cada vez maior.
 É dela que surgirá um futuro governante ou sistema mundial malévolo – o Anticristo prepare 0 se. Por Billy Graham e adaptada por,LUIZ SATURNINO SANTOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderemos a todos sempre que necessário.Obrigado pela visita ao site.

Como Será Os últimos Dias ? A Vinda De Cristo.

Várias expressões na Bíblia Aponta para os tempos finais desse sistema antes da volta de Jesus. Muitas vezes chamamos de os últimos dias, úl...