WhatsApp

Translate

EXAMINANDO 1 COR 11.23 A 26.


11.23 -26 Embora a informação não fosse nova para os coríntios, pois Paulo já havia "dado", era um lembrete importante. Essa descrição da última ceia de Cristo com seus discípulo séria uma das mais belas de toda a Escritura; no entanto, ela foi feita em meio a um a forte repreensão ao egoísmo carnal.
 Se essa carta foi escrita antes de qualquer um dos Evangelhos (veja M t 2 6 .2 6 -3 0 ; M c 14.22-26;
Lc 22.17-20; Jo 13.2), como a maioria dos estudiosos da Bíblia acredita, então a instrução de Paulo foi o primeiro registro bíblico da instituição da Ceia do Senhor dada diretamente por Deus e não mediante a interpretação de qualquer outro apóstolo (cf. Cl 1.10-12).
11.24 partiu.
 Há uma fraca evidência manuscrita para a inclusão dessa palavra. Veja Jo 1 9 .33,36. 11.25  a nova a liança no meu sangue disse Jesus.
 A antiga aliança era praticada repetidas vezes por meio de sangue de animais oferecidos pelos homens; entretanto, a nova aliança foi confirmada de uma vez por todas mediante a morte de Cristo (cf. H b 9.28) em memória de mim.
Jesus transformou o terceiro cálice da Páscoa no cálice da lembrança do seu sacrifício (veja 10.16).
11.26 .
O evangelho é apresentado por meio do culto da comunhão à medida que os elementos são explicados.
Eles apontam para a encarnação física, a morte sacrifical, a ressurreição e o reino vindouro.
11.27.29 indignam ente.
Ou seja, de maneira ritualista, indiferente, como coração não arrependido, um espírito de am argura, ou qualquer outra atitude ímpia.
11.27 réu.
 Participar da mesa do Senhor enquanto apegado ao próprio pecado não somente desonra a cerimônia como também desonra o corpo e o sangue de Cristo, por tratar, de modo leviano, o sacrifício que Cristo fez por nós.
 É necessário coloca radiante do Senhor todo pecado (v. 28) e, então, participar, para não zombar, pelo apego ao pecado , do sacrifício que foi feito por ele.
11.29  sem discernir o corpo.
Quando os cristãos não julgam a santidade da celebração da comunhão da maneira correta, eles
tratam com indiferença o próprio Senhor e sua vida, seu sofrimento e sua morte (cf.At 7.52; Hb.6.6; 10.29).
 juízo .
Ou seja, punição.11.30 dormem .
Ou seja, estão mortos.
 Vejan  15.1.
 O pecado era tão grave que Deus matou os piores ofensores, um modo extremo, mas efetivo de purificar a igreja,veja (cf. Lc 13.1-3; A t 3.1-11; 1 Jo 5 .1 6 ).
 11.32;
Os cristãos são protegidos de ser consignados ao inferno não somente pelo docreto Divino, mas pela intervenção divina.
 O Senhor os castiga para levar o seu povo de volta ao comportamento reto e envia até mesm o a morte para a julgar alguns da igreja em geral (v. 30) a fim de retirá-los antes que possam cair (cf. jd 24).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderemos a todos sempre que necessário.Obrigado pela visita ao site.

Israel Na Grande Tribulação / O Holocausto Foi Mentira?

Israel sempre foi um povo sofrido, desde os tempos de Abraão, Isaque, e Jacó. Sua sobrevivência sempre esteve ameaçada por muitos povos vizi...