WhatsApp

Translate

Quando será o Milênio? Logo depois da Grande Tribulação.

Podemos ler na Bíblia que no final dos tempos jesus voltará a terra para terminar a obra que Ele começou a aproximadamente dois mil anos.
E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. E digo-vos que, desde agora, não beberei deste fruto da vide, até aquele dia em que o beba novo convosco no reino de meu Pai. E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seu olhos. E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco. Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir. João 14:3;Atos 1:9-11Mateus 26:29. 
Quando será o Milênio? 
Um dos primeiros, embora seja muito usado, não encontramos nele a palavra Milênio, mas seu sentido
profético fala de um tempo em que Cristo reinará na casa de Judá. 
"Não se apartará de Judá o cetro, nem a vara de comando de entre seus pés, até que venha Aquele
(Cristo) de quem ele é, e a esse obedecerão os povos". Gn 49.10.
 Logo depois da Grande Tribulação e de se cumprirem todos os acontecimentos preditos para a
70 semana de Daniel? 
Semana profética de Daniel, Jesus descerá sobre o Monte das Oliveiras e inaugurará o seu reinado na Terra.
E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul. Zacarias 14:4.
Há os que materializam tanto o Milênio que este chega a perder o sabor espiritual. 
Outros há que o espiritualizam tanto que o alvo doutrinário torna-se em miragem. 
O Milênio, reino dos céus ou reinado de Cristo são palavras usadas para expressar esse período áureo dispensacional. 
Há também os que, com grande número de citações bíblicas, torcem tanto a doutrina e invertem os papéis, não dando o verdadeiro lugar da revelação bíblica sobre esse assunto. 
Por exemplo;
Tem ensinos que baseado em uma só passagem bíblica, chegam a dizer que a tribulação deve durar sete mil anos !!! Sabe qual? Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. 2 Pedro 3:8.
Devemos ter cuidado para que os inúmeros textos referentes aos judeus não se confundam com os que se referem aos gentios.
Mas quando será o Milênio?
Respondemos: 
O Milênio se dará depois da setuagésima semana de Daniel, ou seja, depois imediatamente da Grande Tribulação, que é o período conhecido como a angústia de Jacó.
 Ah! porque aquele dia é tão grande, que não houve outro semelhante; e é tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será salvo dela. Jeremias 30:7.
Daniel, ao interpretar o sonho do rei Nabucodonosor, viu uma pedra sem mãos rolando dos altos do penhasco, vindo a bater na magnífica estátua. Isso acontecerá justamente quando o Anticristo estiver no seu apogeu de glória. 
Dar-se-á no segundo advento de Cristo, rio qual haverá duas fases. 
Na primeira Ele virá buscar os seus, a Igreja, composta dos crentes já falecidos e dos militantes que estarão trabalhando no evangelho. 
Aqueles serão ressuscitados isso é os mortos, e os vivos arrebatados.
 Estando duas moendo no moinho, será levada uma, e deixada outra. 
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Mt 24.41; lTs 4.16,17; Apocalipse 3:10. 
Há outros textos que confirmam este ponto doutrinário.
Na segunda fase, isto é, após o arrebatamento e a ressurreição dos santos, como a respeito já foram citados alguns versos, haverá um período de falsa paz.
Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão. 1 Tessalonicenses 5:3.
È quando fizer três anos e meio essa paz será quebrada, ou o acordo de paz.
E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco.  E desde o tempo em que o sacrifício contínuo for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias. Daniel 12:11; Apocalipse 11:3.
Temos uma diferença de setenta e cinco dias, mas é porque Daniel acrescenta o tempo de organização da terra para instalação do milênio. 
Os 3 ½ anos, calculados de acordo com o calendário normal de 360 dias, totalizariam 1.260 dias. 
No entanto, a Bíblia apresenta um intervalo de transição de tempo de 75 dias entre o final do Período de Tribulação e o início do Reino Milenar. 
Isso provavelmente será para a limpeza da terra, (Dn 12:11-12).
Daniel tinha falado anteriormente sobre uma aliança de 7 anos que o Anticristo faria com a nação judaica, e como o Anticristo romperia essa aliança na metade dos 7 anos.
Quando os homens andarão dizendo: 
"Há paz e segurança".
Segundo esse texto, podemos crer que no abrir do primeiro selo, haverá um tempo (de falsa paz, que seria os 3 anos e meio, antes do anticristo quebrar a aliança) de falsa segurança. 
E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos? E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer, Apocalipse 5:2; Apocalipse 6:2.
Não confundamos esse cavaleiro do primeiro selo com o do capítulo 19 do mesmo livro. 
Muito embora haja os que interpretam que o cavaleiro branco do primeiro selo é o triunfo do evangelho após o rapto da Igreja, mas isso não é correto.
 Sagrado Livro diz somente: 
A terra estará passando por uma reformulação desde que foi criadas e devastada por causa do pecado.
"No princípio criou Deus os céus e a terra", Gn 1.1. 
Se a terra existe há milhões de anos, encontramos na Bíblia "No princípio..." 
Esse princípio é indefinível pelo saber humano. 
É possível que durante o período caótico;
(No princípio criou Deus o céu e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. Porque assim diz o Senhor que tem criado os céus, o Deus que formou a terra, e a fez; ele a confirmou, não a criou vazia, mas a formou para que fosse habitada: Eu sou o Senhor e não há outro.
 Gênesis 1:1,2; Isaías 45:18 ).
A terra seria um verdadeiro paraíso, tendo como governador aquela criatura que se elevou contra o próprio Criador.
Como caíste desde o céu, ó Lúcifer, filho da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.
E contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo. 
Os que te virem te contemplarão, considerar-te-ão, e dirão: 
É este o homem que fazia estremecer a terra e que fazia tremer os reinos? 
Que punha o mundo como o deserto, e assolava as suas cidades? 
Que não abria a casa de seus cativos? 
Veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-lhe: Assim diz o Senhor DEUS: Tu eras o selo da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura.
Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados.
Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas.
Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti.
Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de Deus, e te fiz perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras afogueadas.
Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti.
Pela multidão das tuas iniqüidades, pela injustiça do teu comércio profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu e te tornei em cinza sobre a terra, aos olhos de todos os que te vêem. Isaías 14:12-17; Ez 28.11-18. onde vemos tudo
Lúcifer, que significa portador de luz, naturalmente fora criado para serviços especiais. 
Em Isaías 14 e onde vemos tudo perfeito, belo e maravilhoso. 
Lúcifer, que significa portador de luz, naturalmente fora criado para serviços especiais. 
Em Is 14 e Ezequiel 28 ele é, segundo a lei da dupla referência, como um homem, quer como rei babilônico, quer como rei de Tiro. 
Por esses dois textos podemos compreender que, com sua queda, num tempo muito remoto, Satanás mergulhou se nas trevas por muitos séculos, Gn 1.2. 
E, quando Deus deu forma ao vazio da terra, criou um jardim aprazível, de onde deveria sair a palavra de ordem e de domínio. 
Quando Deus criou o homem colocou sob seu domínio os peixes, os répteis, as aves e todos os monstros, Gn 1.26. 
Infelizmente, por causa do pecado, os humanos perderam esse domínio, embora tenha pretendido sempre, com força bruta, dominar sobre a terra.
Deus, ao criar os humanos e os, dotou de faculdades instintivas, além da razão e tirocínio psicológico.
Criou-o capaz de viver uma vida espiritual segundo o plano do seu Criador. 
O Éden seria o centro do governo, com toda a riqueza e esplendor, e o primeiro homem seria o governador de toda a terra.
 E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
Gênesis 1:27. 
Com a queda de Adão, até o próprio Éden foi destruído e desfeito. 
No entanto, o pecado deturpou a criatura feita à semelhança do Criador, Gn 1.26, reduzindo-a a um
ser inferior, como nos diz Pedro: 
"Mas estes, como animais sem razão", 2Pe 2.12. 
O propósito divino foi criar um ser capaz de governar a terra e de povoá-la, um ser que recebesse, para o exercício do seu domínio, a bênção de Deus, Gn 1.28.
Vemos agora um ser humilhado, envergonhado e expulso do seu lugar; sujeito também a todas as vicissitudes.  
O homem passou a ser igual a Deus, mas no sentido inverso, pois sabia a ciência do bem e do mal, mas não tinha domínio espiritual.
E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão. Gênesis 2:22.
Começou então uma série de mudanças sucessivas nas dispensações, estava o homem agora sob o domínio da inocência, gêneses 1.26- 28 a capitulo 2.15 a 17, ao capítulo  no que falhou, Genesis 3.1-6.
Veio a dispensação da consciência, que foi de gêneses 3.5,7; 22.44.  Também nesta o homem falhou. 
Veio a da lei, com poder e autoridade, mas ainda houve falha por parte do homem. 
Então Deus propôs uma dispensação graciosa, com domínios especiais, pondo de lado
os delitos que haviam sido cometidos no passado, sob a tolerância de Deus, Rm 3.25. 
Ainda na graça os homens têm falhado, embora cercados de misericórdia pela obra
redentora do Calvário, Ef 1.7.
Mas a dispensação da graça, com todos os seus recursos, está no seu término já, quando haverá um período de transição conhecido como os "tempos do Apocalipse", tempo da angústia de Jacó, Jr 30.7, quando Deus se volta para tratar diretamente com os judeus. 
E, após esse período, também chamado a Grande Tribulação, será implantado o reino Messiânico, dispensação milenar, ou, ainda, o reino do céu no qual o Rei será Jesus. 
Será um tempo sem precedentes na história da humanidade. 
Satanás será preso, e as hostes espirituais nas regiões celestes serão aniquiladas. 
(E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão.
Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.
Apocalipse 20:1,2).
Deus escolherá a Palestina como centro de governo, o governo do messias. 
Os males que assolam a humanidade serão banidos da terra, tais como enfermidades, e crueldades dos homens e dos animais, Is 11.6-9; 35.5,6. 
A terra será de uma fertilidade nunca vista um jardim bem regado, Is 35.1,2; Jr 31.12. 
Sobre vinda de Cristo. Quando Começa o Milênio? Quer ter salvação em Cristo? Cuidado O Inferno Existe. Veja aqui Documentários. Perca Seu Medo Da Vida Futura. Jesus Foi e Voltará Buscar a Igreja. Fazemos estudos bíblicos, debatemos assuntos polêmicos da bíblia.


Os homens voltarão à antiga longevidade, e  terão seus dias como as árvores, Is 65.22. 
Haverá nascimentos em profusão durante o Milênio, Zc 8.5. 
Muitos se converterão ao Senhor, e os apetrechos de guerra serão mudados em ferramentas
Haverá salvação pelo conhecimento do Senhor e pelo juízo do Altíssimo, como está escrito: 
"Eis que salvarei o meu povo...", Zc 8.7; Sf 3.19.
O conhecimento de Deus durante o Milênio será em toda a sua plenitude, Is 11.9. 
Os judeus serão tão importantes naquela época que muitos gentios desejarão ter o nome deles como tutela espiritual, Is 4.1; Zc 8.23. 
Os embaixadores de todas as nações irão a Israel, a fim de tributar-lhe honras, por causa da magnífica glória do Senhor que existirá em Jerusalém, Is 2.3;45.14; 55.5; Zc 8.21,22; Ap 21.24,26.
Em nossos dias muitos vão em viagem de turismo à Europa, Ásia e América etc, mas no Milênio irão a
Jerusalém, a fim de receberem instruções espirituais, Is 2; Mq 4. 
Poderíamos citar inúmeros textos para provar que o Milênio será um reinado com base e feições materiais, muito embora haja, então, pleno domínio espiritual, porque o Milênio consiste em plantar, comer, beber, viver em prazer santo, e em adorar o Senhor. 
Entretanto haverá um povo que durante o Milênio estará envolvido em glória e não sujeito a forças físicas da natureza, pois os seus corpos serão como os dos anjos nos céus, Lc 20.36-50. 
Eles estarão em corpos glorificados. 
Esse assunto, porém, reservaremos para o mais adiante.
O Milênio será um tempo em que Deus vai, mais uma vez, provar os homens e realizar obras maravilhosas sobre a terra, as quais farão reunir os ouvidos. 
Nessa época serão estabelecidas a justiça e a paz divinas, e a ordem no cosmos.
O domínio na terra, e nos céus e nos mares no universo, AP 11.15; 20.4. 
Nesse tempo os homens estarão plenamente conscientes da glória de Deus manifestada nos céus, Is
Deus escolherá a Palestina como centro de governo. 
Os males que assolam a humanidade serão banidos da terra, tais como enfermidades, e crueldades dos homens e dos animais, Is 11.6-9; 35.5,6. 
A terra será de uma fertilidade nunca vista - um jardim bem regado, Is 35.1,2; Jr 31.12. Os homens voltarão à antiga longevidade; terão seus dias como as árvores, Is 65.22. 
Haverá nascimentos em profusão durante o Milênio, Zc 8.5. 
Muitos se converterão ao Senhor, e os apetrechos de guerra serão mudados em ferramentas
Haverá salvação pelo conhecimento do Senhor e pelo juízo do Altíssimo, como está escrito: "Eis
que salvarei o meu povo...", Zc 8.7; Sf 3.19. 
O conhecimento de Deus durante o Milênio será em toda a sua plenitude, Is 11.9. 
Preparemos nos pois o tempo está próximo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responderemos a todos sempre que necessário.Obrigado pela visita ao site.

Israel Na Grande Tribulação / O Holocausto Foi Mentira?

Israel sempre foi um povo sofrido, desde os tempos de Abraão, Isaque, e Jacó. Sua sobrevivência sempre esteve ameaçada por muitos povos vizi...