Explicando 1Pe 2:21 - TAMBÉM CRISTO PADECEU... PARA QUE SIGAIS AS SUAS PISADAS

Mt 16:24; At 14:22; 1Ts 3:3 Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus. Para que ninguém se comova por estas tribulações; porque vós mesmos sabeis que para isto fomos ordenados, Explicando 1Pe 2:21 - TAMBÉM CRISTO PADECEU... PARA QUE SIGAIS AS SUAS PISADAS.

 
Mt 16:24; At 14:22; 1Ts 3:3
Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;
Confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus.
Para que ninguém se comova por estas tribulações; porque vós mesmos sabeis que para isto fomos ordenados,
Explicando 1Pe 2:21 - TAMBÉM CRISTO PADECEU... PARA QUE SIGAIS AS SUAS PISADAS. 
A maior glória e privilégio para qualquer ser humano é sofrer por Cristo e pelo seu evangelho (ver Mt 5:10 que diz). 
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.
É assim que Cristo diz. Ele não disse que seria um mar de rosas para os humanos que queiram segui-lo.
Quando alguém se propôs a segui-lo, Ele disse:
E aconteceu que, indo eles pelo caminho, lhe disse um: Senhor, seguir-te-ei para onde quer que fores.
E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça, Lucas 9:57,58.
Com essas palavras, Ele quis dizer que é possível, que alguns de nós, em algum momento também não tenhamos onde reclinar a cabeça, ou um teto para morar.
Alguém pode dizer:
Mas o salmista disse que nunca vi um justo desamparado nem a sua descendência mendigar. Isso porque Davi estava cercado de prosperidade.
mas quando olhamos por exemplo, para os missionários que estão nos mais diversos lugares, e possível que alguns desses estejam passando privações,
e sofrendo por amor de Cristo, mas não desistem, Deus os sustenta. 
É possível sim que alguns de nós soframos com as agruras da vida.
Sofrendo assim, o crente segue o exemplo de Cristo e dos apóstolos, conforme passagens bíblicas.
Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR?
Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos.
Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos.
Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.
Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido.
E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.
Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; 
e o bom prazer do Senhor prosperará na sua mão. Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, 
justificará a muitos; porque as iniquidades deles levará sobre si. Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto 
derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores, Isaías 53:1-12.
Desde então começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muitas coisas dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos 
escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia, Mateus 16:21.
Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos, Mateus 20:28.
E, saltando neles o homem que tinha o espírito maligno, e assenhoreando-se de todos, pôde mais do que eles; de tal maneira que, nus e 
feridos, fugiram daquela casa, Atos 19:16.
Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu, Hebreus 5:8
O ser humano cristão, isso é seguidor de Cristo, deve estar disposto a sofrer;
Ora, pois, já que Cristo padeceu por nós na carne, armai-vos também vós com este mesmo pensamento, que aquele que padeceu na carne já cessou do pecado, 1 Pedro 4:1.
São ministros de Cristo? (falo como fora de mim) eu ainda mais: em trabalhos, muito mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais; 
em perigo de morte, muitas vezes, 2 Coríntios 11:23

E participar dos sofrimentos de Cristo também;

Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis, 1 Pedro 4:13.
Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo,2 Coríntios 1:5.
Para conhecê-lo, e à virtude da sua ressurreição, e à comunicação de suas aflições, sendo feito conforme à sua morte, Filipenses 3:10.

 E deve saber de antemão que o sofrimento também fará parte do seu ministério cristão e apostolado os obreiros;

Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos, 
E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal.
De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida. (Sim faz parte do ministério dos obreiros) 2 Coríntios 4:10 - 12.
Sede meus imitadores, como também eu de Cristo, 1 Coríntios 11:1.

O sofrimento por Cristo é chamado sofrimento "segundo a vontade de Deus";

Portanto também os que padecem segundo a vontade de Deus encomendem-lhe as suas almas, como ao fiel Criador, fazendo o bem, 1 Pedro 4:19. 

Por amor do seu nome;

E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome, Atos 9:16.


Pelo "evangelho";

Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro seu; antes participa das aflições do evangelho segundo o 
poder de Deus, 2 Timóteo 1:8.

Por amor da justiça" para quem quer militar legitimamente.
 
Tu pois, sofre as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo.
Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.
E, se alguém também milita, não é coroado se não militar legitimamente, 2 Timóteo 2:3-5.

Pelo "Reino de Deus". 

Prova clara do justo juízo de Deus, para que sejais havidos por dignos do reino de Deus, pelo qual também padeceis, 2 Tessalonicenses 1:5.

Sofrer por Cristo é uma maneira de chegar à maturidade espiritual Cristã;

Porque convinha que aquele, para quem são todas as coisas, e mediante quem tudo existe, trazendo muitos filhos à glória, consagrasse pelas aflições o 
príncipe da salvação deles, Hebreus 2:10.

De obter a bênção de Deus.

Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.
Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado,
Hebreus 4:14,15

De ministrar vida ao próximo;

E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal.
De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida, 2 Coríntios 4:11,12. 

Compartilhar dos sofrimentos de Cristo é uma condição prévia para ser glorificado também com Cristo;

E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e coerdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que 
também com ele sejamos glorificados, Romanos 8:17.


E de alcançar a "glória" eterna;

Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada, Romanos 8:18.

Nesse sentido, o sofrimento pode ser considerado um dom precioso de Deus, vejamos;

Porque a vós vos foi concedido, em relação a Cristo, não somente crer nele, como também padecer por ele,
Tendo o mesmo combate que já em mim tendes visto e agora ouvis estar em mim, Filipenses 1:29,30.

                                            
Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus; quanto a eles, é ele, sim, 
blasfemado, mas quanto a vós, é glorificado, 1 Pedro 4:14.
Fonte: Bíblia Sagrada.
 












Comentários